1/06/2009

Novo CD de Jozyane, Eu Tenho a Promessa (Lançamento 2009)



Eu Tenho a promessa, quinto trabalho de Jozyanne pela MK Music, foi gravado ao vivo no templo da Assembléia de Deus da Penha no Méier em outubro de 2008.

A canção título foi composta por Jozyanne e seu esposo, o pastor da igreja, Odilton, durante um momento de grande tribulação que viveram. Eles oravam e choravam, quando escreveram a letra, que diz: “Nada vai me impedir de chegar ao lugar preparado para mim”. Enquanto entoava o louvor, a cantora ministrava, declarando: “Está selada a promessa de Deus na sua vida”.

Ao todo, são 12 faixas. Várias delas de Anderson Freire (banda Giom), que é amigo pessoal do casal, e também participa do disco cantando com Jozyanne “Pedido de Oração”. Outro dueto no CD acontece na música “Seus Sonhos”, que tem a participação de Jozyelle, irmã de Jozyanne. Por esse e outros motivos, o novo álbum pode ser definido como uma bênção de Deus para a família da cantora. Seu irmão, Josué Lopes, assina a produção musical em parceria com Rafael Castilhol. “Desde o início foi um desafio. Desde o inicio foi um desafio. Eu sempre acompanhei seus trabalhos, e fiquei muito feliz quando ela me convidou. Eu chamei o Rafael para me ajudar e nós fomos muito fiéis ao estilo dela. Foi mais um sonho realizado”, revelou o produtor.

Jozyanne só teve uma preocupação durante a gravação do CD ao vivo. Fazer a vontade de Deus e ver o seu agir. Ao final da gravação, a sensação de dever cumprido e uma enorme gratidão. “Eu estou realizada porque verdadeiramente o Senhor se fez presente aqui. O povo compareceu e foi um culto. Nós louvamos com liberdade em adoração. Estou muito grata ao Senhor. O repertório tem abençoado a minha vida, e eu tenho certeza que vai impactar muitas vidas também”, declarou.

Agora é só conferir o resultado no CD “Eu tenho a promessa”, que será um marco não só na vida de Jozyanne, mas também de todos aqueles que amam a Deus e crêem em Sua fidelidade em cada um de Suas promessas.

1/05/2009

Testemunho do irmão Lazaro - Parte 3


Testemunho do irmão Lazaro - Parte 2


Testemunho do irmão Lazaro - Parte 1

Vídeo com o testemunho do irmão Lázaro, Ex-olodum. Ponto pra Jesus.


Igreja Metodista apela por ajuda para acabar com os conflitos em Gaza


Igreja Metodista apela por ajuda para acabar com os conflitos em Gaza


Enquanto o Ministro da Defesa Israelita declarou “guerra até ao final amargo” contra o Hamas, na Segunda-feira, a Igreja Metodista instou a comunidade internacional a exercer pressão sobre Israel e Gaza para pôr fim à violência.

Pelo menos 315 pessoas foram mortas em três dias de conflitos em que Israel lançou uma feroz campanha militar contra os Palestinianos no Sábado após militantes do Hamas terem disparado mísseis contra cidades do sul de Israel.

Israel tem desde então enviado mais tropas para a fronteira com Gaza e os líderes do Hamas esconderam-se, de acordo com a Associated Press.

O Consultor Político para as Questões Públicas da Igreja Metodista, Steve Hucklesby disse que “O número devastador de mortes resultantes de ataques aéreos Israelitas tem chocado muitos. Ao invés de melhorar a segurança, esta acção por parte de Israel poderá agravar o conflito na região.

“Também é provável que tornará mais difícil reunir os poderes regionais numa procura de soluções.

“Tanto o Hamas como Israel devem responder ao apelo do Conselho de Segurança das Nações Unidas para colocar um fim imediato a todas as operações militares.”

A Igreja Metodista está a pedir à UE, aos EUA e à ONU para intensificar a pressão sobre o Hamas para renunciar à violência.

“Nesta altura do ano, quando a atenção dos Cristãos ao redor do mundo está na Terra Santa oramos por uma liderança corajosa na causa da paz”, disse o Sr. Hucklesby.

Ele avisou que a terrível situação humanitária em Gaza estava irá certamente agravar-se com esta recente crise.

“Antes dos recentes surtos de violência, Gaza já estava a sofrer uma terrível situação humanitária. [Isto] não foi ajudado pelo bloqueio e restrições de Israel aos suprimentos de auxílio”, disse ele.

“Agora, alimentos, combustível e suprimentos médicos são urgentemente necessários.”


Fonte: Gnotícias